22º Encontro das Folias de Reis acontece neste domingo em Quatro Marcos

0
70
Foto Reprodução

A 22ª edição da Festa de Reis da Companhia do Barreirão acontece no próximo dia 31. De acordo com o coordenador Fidelis José de Souza, a comunidade de Santo Reis espera receber 10 companhias, sendo 09 de Mato Grosso e 01 de Goiás. O projeto conta com apoio da Prefeitura Municipal, através do Departamento de Cultura de São José dos Quatro Marcos.

O evento está inserido no calendário cultural do município. A tradicional festa costumar atrair centenas de pessoas no bairro Jardim Bela Vista. “O auge é o Encontro das Bandeiras, que começa logo após a Santa Missa (meio-dia), no domingo (31). Em seguida serviremos o almoço. Para este ano são 15 vacas para o churrasco”, explicou Seo Fidelis.

Segundo Fidelis a expectativa é de atrair muitos fiéis. “Pelo fato de ser uma festa já tradicional, que normalmente chama muitas pessoas, acredito que teremos um público bem significativo. Os comentários têm sido bem positivos”, avaliou.

Seo Fidelis ressaltou a importância da presença de todos para a renovação da fé neste ano que se inicia. “Que todos sejam bem-vindos ao Santuário de Santos Reis. Estaremos de portas abertas, por isso venham rezar, agradecer e renovar sua fé”, disse.

Os foliões de São José dos Quatro Marcos, após suas peregrinações pelos municípios da região Sudoeste, decidiram a 22 anos que no último domingo de cada mês de janeiro seria realizada a Festa de Folia de Santos Reis. Por um dia folias das vizinhanças se reúnem para tocar seus hinos e cantos.

Histórico e apoio à Companhia de Reis do Barreirão

A primeira Folia de Reis de São José dos Quatro Marcos surgiu em 1970, com a chegada dos imigrantes. De origem paulista, ela mantém a tradição da viola caipira e a originalidade dos rituais da época. Em 1995, após uma turnê da companhia em São Paulo, iniciou-se a construção da Igreja dos devotos de Santos Reis. Assim, Quatro Marcos tornou-se polo regional de encontro anual dos foliões.

Há algumas tradições que não têm continuidade ao longo dos tempos. Em alguns casos as festas tradicionais se mantêm apenas com a persistência e pelo prazer de alguns atores sociais idosos que por devoção perseveram pela fé. Esse não é o caso dos devotos de Santos Reis em São José dos Quatro Marcos, pois recebem apoio da prefeitura municipal que destina à companhia o transporte para os giros e as estruturas para a realização da festa.

DEIXE UMA RESPOSTA